Origem e divagações iniciais

Comecei a pensar no tamanho como uma Dimensão per si quando vi como os fractais se contêm a si próprios. Ao vermos uma imagem inicial, podemos ampliar uma sua parte várias vezes e chegamos à imagem que tínhamos inicalmente. O que mudou? Se todas as dimensões relativas entre os pontos se mantêm iguais?… Mudou unicamente o tamanho da imagem analisada. Foi uma viagem na dimensão tamanho em que tudo o resto acabou por ficar igual.

Já especulei se o Universo terá igual simetria. Se ampliando um átomo um número suficiente de vezes vamos encontrar o mesmo Universo de partida. Não acredito que eu exista nesse Universo… apenas a estrutura seria igual, suponho; mas a ideia não deixa de ser terreno fértil para divagações:

Supôr que existe vida infra-atómica, por exemplo, leva-nos um passo mais longe na compreensão da existência de vida no nosso Universo. Poderíamos ser o produto de sub-atómicos seres inteligentes, que teriam arquitectado as primeiras células, que por sua vez nos construíram. Afinal, não somos demasiado perfeitos para sermos fruto do acaso? Não denota toda a estrutura biológica uma inteligência, reveladora dum intencionalidade abrangente? Os religiosos, que são muitos de nós, pensam que sim. A metáfora de que o Homem foi feito à imagem de Deus teria assim uma nova expressão: O nosso criador seria neste caso os seres sub-atómicos. E nós, por simetria fractal, seríamos feitos à sua imagem. O dom da ubiquidade também estaria de acordo com esta teoria: A vida apresentar-se-ia em toda a parte, e com ela o projecto divino… em todos os estratos a sua assinatura… Enfim, muita imaginação poderá decorrer desta hipótese. A outro nível, poderíamos ver nos vírus, que são materiais inertes a maior parte do tempo, colónias de seres sub-atómicos, prontos a piratearem a primeira vítima que apareça para poliferarem na dimensão que lhes é imediatamente superior. Etc etc etc…

Um indício de que existe simetria entre os tamanhos da matéria, é a semelhança entre átomos e astros. Ambos os corpos flutuam em vácuo e duma maneira geral ambos têm órbitas. Daqui nasce a definição de Núnio, que apresentarei na próxima posta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s