Tu ou Você?

Até há pouco tempo, a utilização do “tu” ou do “você” no tratamento pessoal era para mim apenas uma forma de distinção social. Nessa perspectiva, desdenhava o “você”, vendo-o como um tratamento sobranceiro e diferenciador. Pensava que essa era uma forma de distanciar as pessoas e que tal era desprezível. Após uma análise mais cuidada, no entanto, mudei de opinião.

Penso que a língua portuguesa é muito complicada e um dos piores pesadelos é a conjugação verbal. Se tratássemos toda a gente por você, a 2ª pessoa do singular seria obliterada. Um ganho excelente! Mas não era apenas essa a vantagem, pois haveria um importantíssimo ganho em coerência, a qual eu prezo imenso!:
No tratamento plural, já nínguem usa a 2ª pessoa a não ser enfaticamente. Por curiosidade, neste caso é o tratamento na 2ª pessoa que adquire um tom mais formal e distanciador: o “vós” é reservado ao apaparicamento das individualidades enquanto que o vocês é aplicado a pessoas sem pedestal. Não vejo nenhuma razão para no plural se usar comumente a 3ª pessoa e no singular a 2ª pessoa. Penso que todos os que advogam a utilização do “tu” com os próximos os deveriam passar a tratar por “vós” quando reunidos. Ou então, deveriam privilegiar o “você” e o “vocês”, por congruência, que foi o que eu passei a fazer.

Assim, a conjugação dos verbos resumir-se-ia apenas a “eu, ele, nós, eles”. Simples e fácil! Uma erradicação limpa dos quebra-cabeças (“trato por tu ou por você?”) na conversação entre pessoas! Uma aproximação a outros povos falantes da língua portuguesa que já não usam esta conjugação!

Não passei a tratar toda a gente por você nem conseguiria, mas espero que em duas ou três gerações o você se generalize. Seria óptimo.

A propósito desta questão, e porque está em discussão o acordo ortográfico, tenho a dizer sobre este assunto que sou a favor dum acordo ortográfico entre todos os lusófanos, mas não sei se estou a favor deste acordo ortográfico. Parece-me um acordo disparatado nalgumas questões básicas, que não vem simplificar a gramática e que vamos continuar a ter imensas excepções às regras – pormenores que concerteza serão o pesadelo das pessoas que como eu tentam escrever decentemente sem um prontuário à mão. Não me importo de fazer cedências a todos os lusófanos de outros países, mas por favor simplifiquem e mantenham a gramática regular!

2 thoughts on “Tu ou Você?

  1. valdir lozado diz:

    opinião sintética

    Entre Tu e Você, prefiro TU, porque sou virginiano e gosto das coisas nos lugares corretos.
    Isso me leva sempre a buscar a perfeição, quer dizer tentar fazer o certo, custe o custar!
    Esse negócio de você, facilita demais as coisas, parece coisa de “preguiça mental”.

    Gosto de pronomes retos ( Eu,Tu,Ele,…), é mais objetivo, acredito!

    Desculpe se descordo!

    • Mas então também usas o Vós quando te diriges a várias pessoas?
      Se sim, perfeito! Como dizes, é bom ter as coisas no lugar certo.
      Se não, estás em contradição e a facilitar demasiado as coisas😛

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s